segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Uma verdadeira história de amor

A noiva era linda.
Katie Kirkpatrick, 21, apesar do câncer celebrou o dia mais feliz de sua vida. Katie já tinha lutado contra o câncer, mas ele voltou entupiu seus pulmões e se apoderou de seu coração. A respiração era difícil, ela tinha que usar oxigênio. A dor nas costas era tão intensa que nem mesmo a morfina, que deveria atuar como um escudo, suportou. Seus órgãos estavam morrendo, mas nada disso a impediu de se casar com Nick Godwin, 23 anos, que era apaixonado por Katie desde a 11ª série.

Katie Kirkpatrick e Nick Godwin, aguardando a enfermeira iniciar o tratamento de Katie na  McLaren Regional Medical Center, em Flint, na manhã de 12 de janeiro de 2005. Nick Godwin trabalha no turno da noite como vice-xerife do condado de Lapeer e levou Katie para o centro médico logo após uma noite de trabalho, três dias antes de seu casamento. Katie está cansada de não poder  dormir à noite por causa de suas dores e Nick tinha trabalhado no turno da noite.

Katie segura alguns dos seus remédios diários durante vários minutos antes de tomá-los enquanto ela dorme e acorda por causa da morfina, enquanto está sentado na sala da casa de sua família, na Metamora em 11 de janeiro de 2005.

 Katie está com muita dor nos dias que antecedem ao seu casamento, toma morfina e medicamentos  diversos para  ajudá-la. Niki  Kirkpatrick, à direita, tirou uma licença do trabalho para que ela possa cuidar de sua filha Katie, que agora precisa de assistência constante.

Katie no passado quando era rainha do baile de Lapeer East High School, onde também  foi co-oradora.

Katie coloca seus brincos alguns minutos antes de se casar com Nick na igreja Church of Christ em Hazel Park, no dia 15 de Janeiro de 2005, um sábado.

Katie e Nick se casam.

Katie e Nick juntos esperando o fotógrafo após se casarem.

O pai de Katie, Dave Kirkpatrick aprova o novo genro enquanto admira o casal com sua esposa Niki Kirkpatrick.

Katie ganha uma serenata de seu marido Nick e seus amigos na pista de dança no Boulder Point Golf Club and Banquet Center em Oxford, MI.

Katie descansa por alguns minutos durante o casamento, ela estava exausta e pálida como o vestido dela.

Cinco dias depois, Katie faleceu. Ela não deixou que a doença a impedisse de viver, de tirar suas esperanças, e nem sua fé de que poderia ter um futuro. Ela teve um casamento maravilhoso, teve amor e deu amor, e o amor não morreu. E foi assim que Katie venceu o câncer.

Texto e imagens retirados do site NPPA
Fotografia Romain Blanquart

12 comentários:

Zoe disse...

ai camila, estou tao sensível que até chorei! Já conhecia essa historia mas mesmo assim chorei de novo.
Uma historia parecida vc vai ver no filme Love and Other drugs, um amor de filme, chorei horrores no cinema tbm!
bjs

Laís Vilela disse...

Essa história é linda e o amor tudo suporta!

Denise de Carvalho disse...

Que lição ehn flor!? Ela foi muito guerreira e teve com quem contar. Graças a Deus, quando achamos que não temos mais forças Ele nos da e nos ensina o verdadeiro sentido de vivermos. Lindo o post flor!beijoo

Mônica Suñer disse...

Linda e corajosa moça! Amor, amor...bjs

Anita disse...

Camila, belíssima prova de amor e de determinação...é de emocionar, bjs.

Vanessa Santos disse...

Oi Ca!!!
Nossa ando tão emotiva que chorei, isso porque já havia chorado quando recebi a historia por e-mail!
Beijos

Fabiana Tardochi disse...

Oi Cá! Voltei! rsss
Triste, mas lindo!
As lágrimas quiseram rolar...
A lição é a que temos que levar para toda a vida. Viva como se amanhã fosse seu último dia de vida. Não invente impecilhos. Aproveite todos os momentos.
Bjs

Gabs Pires disse...

Fiquei toda arrepiada.
Linda esta história de amor!

Beijos
Gabs

Carmen Martins disse...

Camilinha!! quer dizer que vc realizou um sonho? que bacana, que legal! depois eu quero ver. bjs

Mari e Eder disse...

essa é emocionante mesmo...
bj

Arieli disse...

Oi! Eu recebi um e-mail com essa história... é comovente! Uma história linda e triste ao mesmo tempo, isso é amor de verdade!

Paula Bonadiman disse...

Puxa, chorei!
Que coisa linda quando o amor suporta todas as coisas!
Que história comovente, como ela estava tão definhadinha...

Postar um comentário

Olá obrigada pela visita!! Deixe um recadinho que eu adoro! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...